11 outubro 2005

a tecnologia e suas mileuma utilidades

tá no jornal de domingo: empresas estão usando o Orkut como parte da seleção de novos funcionários. tem aquela coisa de currículo, entrevista, dinâmica de grupo e blablabla, mas agora eles também checam a sua vida orkutiana e provavelmente coloquem seu nome completo no Google pra ver o que aparece.

seria interessante, se não fosse polêmico. na matéria da Zero Hora, psicólogos "ensinam" a fazer um perfil "correto", como não fazer parte de comunidades de ódio (mesmo que seja "eu odeio quem tira meleca do nariz"), estar em comunidades relacionadas a profissão, evitar algumas fotos no álbum... aí fiquei pensando, pensando e cheguei a algumas constatações:

1) se existe uma "fórmula" pra se comportar nas entrevistas/dinâmicas de grupo e pra ter um profile no Orkut, então teoricamente estas coisas não servem muito. eu faço um profile "sério", seguindo todas as regras pra me mostrar uma excelente candidata, mas também faço um pessoal, sem meu nome completo (assim ninguém me encontra), com tudo que eu gostaria de ter, mas não "poderia" profissionalmente.
ah e outra coisa: o Brasil é ocupa uma generosa fatia de 75% do Orkut mundial. por que? porque uma criatura faz um perfil "profissional", outro pessoal, outro só do pau (sim, entrem numa comunidade de sexo e vejam quantos homens tem perfis só pro seu pau, com fotos e tudo), outro pro cachorro, outro pro casal afim de experiências novas (digite "casal" na busca por friends, tem uma penca)... entre quatro paredes (ou atrás de um teclado) muita gente faz coisas que nem imaginamos, sem que isso afete a qualidade do profissional.

2) se a empresa espera fazer um perfil psicológico do candidato só olhando suas fotos e as comunidades em que ele está, acho que está muito enganada. o argumento é que só entramos em comunidades que nos interessam, assim a gente mostra um pouco de como é. até tem um fundo de verdade, mas acho que isso acaba criando um pré-conceito que depois é difícil de desfazer. é como ver um cara na rua de camisa rosa e dizer "é viado". se eu não suporto alguma cantora e estou na comunidade "eu odeio Fulana" isso faz de mim uma psicopata com tendencias homicidas só porque tem a palavra "odeio" na jogada?

enfim, posso estar sendo radical, talvez eles não sejam assim tão faca na bota e só consultem o Orkut pra descargo de consciência, mas mesmo assim eu acho isso beeeeeeem complicado...

5 Comments:

Anonymous Saif-Al Damis said...

Eu já ouvi a respeito de um caso similar, de uma norte-americano que foi despedido por colocar suas opiniões pessoais a respeito dos profissionais ao seu redor... em seu blog pessoal. Absurdos.

11:49 AM  
Blogger Léli said...

eu tenho uma amiga que foi demitida pelo mesmo motivo. Colocou sua opinião sobre uma revista do grupo para quem trabalhava e foi demitida. Ela ficou traumatizada e agora não visita nem o meu blog. eu acho tudo isso muito absurdo e para mim demonstra que os "patrones" querem robozinhos, fantoches. Pessoas que não vão contra sua opinião, que não tenham opiniões. Eu fico muito irritada com isso porque não admito que interfiram na vida pessoal. É como demitir os funcionários porque eles começaram a namorar. Além disso, em determinadas profissões, a história de vida serve muito como base para o trabalho. Eu fico indignada! Se forem olhar meu perfil no orkut aí mesmo que não vou conseguir um emprego. rsss Fazer o quê?! Como dizem em uma comunidade de que faço parte, criada pelo amigo Chango Duarte, "meus inimigos que se caguem". Que se caguem esses empresários babacas que acham que alguém sem opinião é um profissional melhor e mais qualificado. É como aqueles que se deixam levar e sob pena de perder o emprego aceitam trabalhar por um salário bem abaixo do que merece. Quando é que este mundo vai mudar???

12:12 PM  
Anonymous Carolzinha said...

Orkut é mto mais que encontro de pessoas... é desencontro de namorados, é desencontro de profissionais, é desencontro de amigos, é desencontro de baixaria!!
Vou ser bem sincera: EU ODEIO O ORKUT.
Ops... será que vou ser demitida por odiar o Orkut?
Mas convenhamos... pra q serve um orkut, além da novidade de 1 semana da gente encontrar os amigos VERDADEIROS QUE TINHAMOS QUANDO CRIANÇAS e que perdemos o telefone ou se mudaram e nunca mais tivemos contato?!? Hein?!?
Trocar mensagens?!? Eu troco no msn. é mais divertido e zaptzupt.
Profissionais: Vou rasgar meu cv então... Hj em dia o que se precisa é QI (quem indica). CV tá fora de moda!!!

1:44 PM  
Blogger Samara L. said...

Eu também acho tudo absurdo e estúpido. Mas desde o início, meu perfil no Orkut sempre foi muito bem comportado. O que tem minha cara e meu nome civil.
Para falar o que eu penso, existe a Sada. A outra, fica bem quietinha e comportada para o mundo.
Acho que isso fede tanto quanto vocês... Mas, enfim, é mais fácil se esconder dos idiotas que brigar com eles.

1:55 PM  
Blogger Ana Paula said...

mais um item pro nosso maravilhoso mundo das empresas e da qualidade total. eu dou meu depoimento: pessoas odeiam, pessoas gostam de coisas bizarras, pessoas costumam tirar fotos em que saem com cara horrorosa, e sim, pessoas cometem erros de escrita. as empresas querem retardados que só entram em comunidades "eu não odeio"? deixa eu falar uma coisa: conheço uma pá deles e... bom, eles são as piores pessoas que conheci: preconceituosos, de mente fechada, racistas, limitados intelectual e criativamente e... bom, com alto índice de FALSIDADE em suas declarações *OTIMISTAS*.

10:18 PM  

Postar um comentário

<< Home