24 novembro 2005

:( :) (sabe aquelas carinhas do teatro, uma triste e outra feliz? então, era isso.)

Porque eu não sou uma pessoa estável. Na verdade, nenhuma das meninas que escreve aqui é. E mais ainda, nenhuma menina é estável. Porque tem os hormônios, pourra. Então a gente anda pela vida assim, arrebatada por emoções que não sabe nem de onde veio. Acorda triste, almoça feliz, dorme chorando. Acorda rindo, almoça calada, dorme e sonha com coisas boas. Ciclos, ciclos.

Então esses dias eu estava fazendo um balanço da minha vida e pensando (porque eu num tenho muito no que pensar e fico elaborando essas teorias, você sabe)...continuando, tava pensando se a vida é mais um drama ou uma comédia. Assim, bem maniqueísta mesmo. Se você pegar todos os momentos tristes da sua vida e todos os momentos felizes, excluindo aqueles em que você está só ok, nem feliz nem triste. Se você pegar esses momentos e colocar numa balança, vai dar mais o que?

Se alguém lesse o livro da minha vida, ia achar que era o que, drama ou comédia? Ou ia achar só chato e ia deixar de lado? E a vida das pessoas no geral? E o mundo? É uma carinha triste ou uma carinha feliz? O copo está meio cheio, meio vazio ou só meio mesmo?

Olha, eu não sei a vida de vocês, mas a minha está me parecendo uma tragédia tão mal escrita que acaba virando comédia pra quem lê. E, com certeza, a última página é um grande ponto de interrogação. E a vida de vocês, a que gênero pertence? Romance, policial, suspense?

Concluido isso, passo à próxima questão maniqueísta da minha vida: existem mais pessoas boas ou ruins?

(é possível uma pessoa chegar à fase dos "porquês" aos 23 anos?)