19 janeiro 2006

Mulherzices

Pois é, realmente eu não sou mulherzinha, apesar daquele meu amigo me chamar de perua e de eu ter quase tido uma síncope ao ver que ele tirou uma foto abraçado no Gael (que lindo e maravilhoso! Cá pra nós! Meninos perdoem). Mas o que eu vejo é que, apesar de não fazer tanta questão de ser tãããooo feminina, na verdade a beleza ta nos olhos de quem vê. Ta eu sei, a Gisele Bünchen, a Angelina Jolie e a Liv Tyler existem sim. Mas em nós, o que há que faria da gente alguém especial? Aliás, faz. Sim, sempre tem um olho (cor, forma, expressão). Muitas vezes a mão não é bonita, no conjunto da obra, mas tem um dedinho que é especial. Tem mulher que tem o corpo perfeito, mas o pé não é lá estas cosas, e tem homens que adoram pés. Tem aquelas que são lindas e quando abrem a boca nossa a voz acaba com elas, ou é muito aguda ou talvez seja assim... grave. Tem pequenos detalhes que fazem toda a diferença, assim como aqueles que nós buscamos neles.
Estes detalhes podem ser do lábio carnudo, o trapézio, os ombros largos, as mãos grandes (ou pequenas), o cabelo desalinhado, a sobrancelha grossa, ou um gesto, uma palavras, um carinho especial. Eu lembrei, quando comecei a escrever de um ator francês, antigão, mas que seduzia muitas mulheres, seu nome Jean Paul Belmondo (não tenho certeza se é assim que se escreve, Ana, me ajude). Pois é, este cara não era bonito e as mulheres caiam aos seus pés e ele disse uma vez (não com estas palavras), mas que elas queriam a ele, mais que aos bonitos, porque ele dava atenção, conversava no pé do ouvido, conquistava.
Enfim, não basta ser bonito tem que conquistar, ser charmoso e confiança – ninguém dá muita bola para um cara muito inseguro. Vai ver é isso que nós falta, confiança, eu sei a vida é muito atribulada, precisamos correr para ser boas profissionais, temos que pensar se vamos querer ou não ter filhos, arrumar a casa que ta uma bagunça, lavar roupas, a louça da pia, estas coisas. A essência ta em nós, vai saber se a solução não é mesmo a dança do ventre como disse a Sada? Ou outra coisa que dá prazer? O verdadeiro segredo para ser bonita a gente já sabe, às vezes fica meio sem coragem para admitir, mas a verdade é que ser feliz deixa qualquer um bonito. Vamos procurar os verdadeiros bonitos da história e vamos perceber que eles eram apenas felizes. Tem gente que diz que é bem fácil ser feliz, eu to tentando e podem acreditar, este blog e todas vocês estão ajudando muito. Ah! Os comentadores também. Viu Pablito!?