01 setembro 2008

Reencontro

Não sei se posso dizer que sou uma pessoa que comete muitas gafes, na maioria das vezes, quando cometo uma fico envergonhada, mas geralmente não são coisas que possam ofender os outros, mas são troca de nomes, não reconhecer alguém ou perguntar por alguém dizendo: "onde esta o gatinho?" e o cara estar bem atrás de mim.
Então, foi assim, numa situação parecida com esta que eu conheci o Ribamar. Isto faz bem uns... vinte anos?!, pois é se não faz vinte esta beirando. E eu que nunca imaginei que diria uma coisa assim, conheço fulano há 20 anos! Nossa! Mas enfim... quando conheci o Riba eu estudava no Pedro Osório, era lá pelos anos 90. Ele foi entrando no saguão olhando pra um lado e outro e perguntou pelo Daniel, que na época eu não fazia idéia de quem fosse. Só que, e quem me conhece sabe bem disso e sempre fui assim, a pessoa me deu oi e eu já começo uma boa conversa. Até que apareceu o Daniel e a Manuela, esta minha colega de aula. Ficamos durante o recreio conversando e na hora de voltar pra aula eu fui e a Manu ficou. Eu fui porque sempre fui tri caxias com este negócio de aula e escola, acho que não chego a ser nerd, mas estudo, assisto aula, enfim... Quando bateu para soltarmos saí com outras colegas e fui pegar o ônibus. A parada (aqui em Pelotas a gente diz parada de ônibus e não ponto, como em outros lugares) era bem na frente do colégio e a Manu estava lá. Cheguei bem feliz e perguntei pra ela: _ e aquele gatinho já foi embora? E ela muito debochada... "não, o gatinho tá bem atrás de ti". Fiquei vermelha na hora, porque apesar das pessoas dizerem que eu não tenho vergonha na cara, sempre fico rubra em situações assim.
Resumo ficamos amigos. Passávamos horas falando no telefone, ele ia no colégio nos visitar (eu, o Daniel, a Manu). Era uma amizade muito legal apesar de nunca termo ido um na casa do outro. No segundo grau fui para uma escola ele já estava no segundo grau em outra e acabamos no distanciando um pouco. Era super difícil de eu encontrá-lo por aqui.
Via o Daniel, que fez faculdade de Física, vez por outra e sempre perguntava pelo Riba. Mas depois que eu acabei a faculdade dei uma voltinha pelo estado morando uns meses fora e me distanciei bastante de vários amigos. Já faz bastante tempo que voltei, fiz novos amigos, mas quase não via os guris. Até que há alguns dias encontrei o Dani perto do escritório onde estou trabalhando. Ele me contou que casou, que tem uma filhinha e que trabalha bem pertinho de onde nos encontramos. Claro, perguntei do Riba. Daí o Dani me contou que ele tá morando em Herval. Também me disse que estava no orkut dele. Uma beleza este tal de orkut, reaproxima virtualmente (pelo menos) as pessoas. As vezes é chato porque fica um monte de gente dando pitaco na tua vida e indo lá só pra ver pelas tuas fotos se tu tá gorda ou magra, mas eu nem .
Acho maravilhoso poder encontrar meus colegas de primeiro grau e saber que eles estão bem e felizes. E eu, como sempre fui gordinha...
O bom é eu ter reencontrado meu amigo Dani e meu amigo Riba. Depois de encontrá-lo no orkut do Dani nos falamos pelo google talk, ele me contou da vida dele, perguntou da minha. Nem parece que passaram mais de dez anos. Fiquei felicíssima com este reencontro, tanto que até lembrei da primeira vez que falei com eles.
Como diz aquele samba... "quem tempo bom, que não volta nunca mais"...